NikkeyBrasil - O site do japonês no Brasil
25/6/2017. Bem-vindo ao NikkeyBrasil. Hoje, com 8272 cadastrados - 29.086.698 visitas
Empresa ou produto:



HOME            

Cônsul do Japão defende em RG parcerias para fomentar o comércio com o RS


O cônsul do Japão em Porto Alegre, Shigehiro Takeuchi, defendeu, em uma reunião na última quinta-feira, na Câmara de Comércio do Rio Grande, um incremento nas relações comerciais do Japão com o Rio Grande do Sul.

Shigehiro Takeuchi está há um ano e quatro meses no cargo. Segundo o cônsul japonês, é necessário aproximar brasileiros e japoneses em projetos na área portuária. No Estaleiro Atlântico Sul, em Pernambuco, 200 japoneses foram contratados para trabalhar na construção de navios e plataformas. “Há grandes possibilidades que isso ocorra também em Rio Grande, onde já existe um Polo Naval. Queremos nos aproximar mais e estreitar as relações comerciais com os gaúchos”, disse Takeuchi.

A aproximação comercial é justificada. A crise que envolveu o mundo em 2009 também afetou as relações econômicas nipo-brasileiras, particularmente na área de comércio exterior, que apresentou uma queda de 25,4% na corrente de comércio. O Japão foi o segundo maior comprador de produtos brasileiros e atualmente consome apenas 3% das exportações do País.

Os produtos mais exportados ao Japão são minério de ferro, aviões da Embraer, alumínio, café em grão e frango. Em contrapartida, os japoneses enviam para o Brasil equipamentos elétricos e materiais de transportes.

“Trata-se de uma primeira visita. Estamos abrindo uma negociação com um país extremamente desenvolvido e com um potencial econômico e tecnológico que pode fazer investimentos em RioGrande”, destacou o presidente da Câmara de Comércio, Paulo Somensi, que coordenou o encontro.

Shigehiro Takeuchi anunciou melhorias no monumento colocado em Rio Grande na Praça dos Pescadores próximo ao Mercado em homenagem aos 50 anos da imigração japonesa no Estado comemorados em 2006. Foi na madrugada de 20 de agosto de 1956 que chegaram em Rio Grande a bordo do navio Brasil Maru 23 jovens solteiros que deram o início a imigração japonesa em solo gaúcho. A maioria deles mora no Estado.

Executivo Municipal
 

Shigehiro Takeuchi também esteve visitando o prefeito Fábio Branco, no mesmo dia. O encontro fez parte de uma série de visitas feitas pelo cônsul às colônias japonesas no Rio Grande do Sul, iniciada a cerca de um ano. Sendo Rio Grande a primeira colônia a receber imigrantes japoneses no Estado, há 54 anos, a cidade tem um valor especial para a comunidade nipônica.
 
Na reunião foi discutida a importância do monumento em homenagem ao imigrante japonês, inaugurado há quatro anos em comemoração aos 50 anos da chegada japonesa em Rio Grande. O Cônsul solicitou a modificação da placa comemorativa afixada ao monumento. Na cultura japonesa, a caligrafia é muito valorizada e denota a personalidade de cada um que a executa. Sendo assim, a assinatura não poderia ser feita em letras de forma e sim a próprio punho do autor.
 
O Cônsul salientou a necessidade de estreitar ainda mais os laços entre o governo japonês e o município do Rio Grande. “Esta é uma cidade muito importante, tendo em vista que foi a primeira a acolher a comunidade japonesa no Estado e oferece sua hospitalidade até hoje”, comentou o cônsul. Rio Grande também é muito valorizada pelo Japão em termos econômicos, já que o comércio internacional entre os dois países tem muito a evoluir com o crescimento do Polo Naval.

Em 2006 o governo nipônico investiu mais de R$ 70 mil na reforma da Escola Municipal Rural do Taim. O Japão também é um grande investidor em pesquisas e saúde no Brasil, e atualmente apóia a possível construção de um novo museu oceanográfico em Rio Grande. O prefeito agradeceu todo o apoio oferecido pelo governo japonês ao município e solicitou cooperação e investimento nas cadeias de óleo e gás, pedindo que o cônsul incluía Rio Grande nos projetos que ache relevante para a cidade.

Todos os Direitos Reservados. Copyright ® ABRAON
pagina gerada em 0.1782 segundos.