NikkeyBrasil - O site do japonês no Brasil
26/7/2017. Bem-vindo ao NikkeyBrasil. Hoje, com 8280 cadastrados - 29.354.139 visitas
Empresa ou produto:



HOME            
Nobel de Química vai para  2 japoneses

 O cientista americano Richard Heck e os japoneses Ei-ichi Negishi e Akira Suzuki são os vencedores do Prêmio Nobel de Química 2010 por seus trabalhos sobre as reações do carbono, comunicou nesta quarta a Academia Real de Ciências da Suécia.

Os três pesquisadores foram premiados por desenvolverem separadamente três reações químicas distintas sobre o acoplamento cruzado do paládio catalisado, que é utilizado nas pesquisas e na produção farmacêutica industrial, detalhou a argumentação da Academia sueca.

"Estas ferramentas químicas melhoraram enormemente as possibilidades dos cientistas para criarem (compostos) químicos sofisticados, como moléculas baseadas no carbono tão complexas como as existentes na natureza", informou a Academia.

Concretamente, estas descobertas servirão para sintetizar moléculas novas com aplicações para a medicina, a agricultura, o setor industrial químico e, inclusive, para o desenvolvimento de componentes eletrônicos.

A química orgânica, ou química do carbono, é a base da vida, mas, para os analistas, os átomos de carbono não reagem entre si facilmente, com o que os cientistas precisam de agentes externos para provocar sua reação e, a partir daí, sintetizar novas moléculas.

Heck, nascido em 1931 em Springfield (EUA), fez doutorado em 1954 pela Universidade de Los Angeles, Califórnia, e é professor emérito da Universidade de Delaware, em Nova York.

Seu colega japonês Negishi nasceu em 1935 em Changchun (atualmente, China) e fez doutorado em 1963 na Universidade da Pensilvânia, para exercer posteriormente na Purdue University (West Lafayette, EUA).

Suzuki, nascido no Japão em 1930, fez o doutorado em 1959 pela Universidade de Hokkaido, da qual é professor.

O Nobel de Física incluiu um prêmio de 10 milhões de coroas suecas (1,1 milhão de euros) e, como o restante das distinções, será entregue em 10 de dezembro, dia do aniversário da morte de seu fundador, Alfred Nobel.

O anúncio do Nobel de Química segue ao correspondente de Física, ontem, que foi outorgado aos pesquisadores de origem russa Andre Geim e Konstantin Novoselov, por suas revolucionárias descobertas sobre o material bidimensional grafeno.

O correspondente a Medicina, anunciado na segunda-feira, foi para o britânico Robert G. Edwards, por suas pesquisas sobre a fecundação in vitro.

A rodada de anúncios destas distinções seguirá amanhã, com o prêmio de Literatura, na sexta-feira será a vez da divulgação do prêmio da Paz e finalmente, na próxima segunda-feira, o de Economia.

Todos os Direitos Reservados. Copyright ® ABRAON
pagina gerada em 0.1197 segundos.